segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Atomic Drink

Ele estava ali, os olhos esbugalhados, duas bolinhas de gude azul enfiadas na cabeça, com os seus braços apoiados no metal gelado, apoiando seu corpo que espera. "Meu Deus, como eu levo a sério as pessoas". Todo mundo atrasado. Um mundo inteiro a volta; cigarro, barulho e saias curtas. Ninguém que se leve a sério. Ninguém que se leva a sério. E ele lá, com bolinhas de gude, nesta orbe ensandecida, esperando...
...mas agora um átimo, uma coisa.
E foi, lisergia no olho. Bombardeio.
Ora, você ali, parada ali, tão blasé.
E a multidão. E o lugar. E a fumaça. E os copos batendo. E as meninas. E o metal gelado. E os olhos embaçados.
Você aí fazendo cegar. Arrancando bolinhas de gude que descem em catarata.
O olhar tão perdido.
Exala, querida, todo o meu amor.

Um comentário:

noelle disse...

"você aí fazendo cegar."
matou
o.O

haha a-d-o-r-e-i.